PALAVRA_DO PRESIDENTE

AVANÇOS DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

A Inteligência Artificial tem aproximadamente 70 anos e, nos últimos anos, houve o que tem sido classificado como quase uma explosão de IA. Após ganhar mais tração, empresas passaram a fazer investimentos, que a tornaram uma potência a ser explorada nos mais diversos campos.

GLAUCO HUMAI
PRESIDENTE DA ABRASCE

EMPREENDEDOR_

Com portfólio robusto e maduro, Alqia faz estudos de master plan para seus ativos

PLANEJAMENTO DE EXPANSÃO DEVE SER ANUNCIADO NO DECORRER DE 2024

Com o propósito de transformar a gestão de ativos com eficiência e inovação, a Alqia pretende anunciar o cronograma de expansão ao longo de 2024 e prevê ainda uma aceleração no crescimento nos próximos meses. Em entrevista à Revista Shopping Centers, Carlos Frederico Youssef, diretor-geral da Alqia, traz detalhes sobre o reposicionamento da marca, o balanço positivo de 2023, as aquisições dos últimos dois anos, a revitalização de mix, entre outros assuntos.

CAPA_inteligência artificial

Inteligência Artificial, um
caminho sem volta para o varejo

ELA GANHA MAIS TRAÇÃO, INFLUENCIANDO A JORNADA DO CLIENTE E TRAZENDO SOLUÇÕES PARA OS SHOPPING CENTERS

Top trend do varejo em 2024, a Inteligência Artificial conquistará mais espaço na agenda das companhias de todo mundo, é importante ressaltar que ela é para todos. Mas o que aconteceu para que alcançasse esse protagonismo? A IA tem aproximadamente 70 anos e nesse tempo ela vem avançando, mas, nos anos anteriores, muito mais, em um plano acadêmico, científico e não prático. Passou por momentos de muita euforia e depois de abandono. A partir de 2012, ela ganhou mais tração e as empresas passaram a fazer investimentos, tornando-a essa potência que pode ser explorada das mais diversas formas. Mas tudo isso não aconteceu por acaso.

“Os dados devem estar minimamente organizados, lembrando que o shopping tem dados dos clientes, dos lojistas, da operação, dos veículos, dos ativos e dos funcionários. Se estiverem perdidos e desorganizados, não conseguirão trabalhar com ela”

Eduardo Terra,
 sócio da BTR-Varese

ÚLTIMAS_DO SETOR

VAREJISTA_

Grupo Lupo cresce nos malls do país

A MAIORIA DAS FRANQUIAS DAS MARCAS LUPO E LUPO SPORTS FICA EM SHOPPING E O SETOR CONTINUA NA ESTRATÉGIA DE EXPANSÃO EM 2024

Centenário, mas jovem. É assim o Grupo Lupo, detentor das marcas Lupo, Lupo Sport, Scala e Trifil, e um dos maiores do setor têxtil no Brasil, sendo líder em meias, underwear e sem costura. Com 103 anos, a companhia tem uma enorme habilidade de se manter atual e fidelizar os clientes de diferentes gerações.

Possui três unidades fabris, com capacidade para produzir uma peça para cada brasileiro por ano. Gera mais de 8.500 empregos diretos e o quádruplo de indiretos. Apenas em franquias e varejo qualificado, são cerca de 5 mil postos de trabalho. De acordo com o Estudo de Marcas em Expansão, realizado pela Abrasce, dentro da categoria Vestuário, as marcas Lupo e Lupo Sport têm sido destaques desde o 3T2022. De forma inédita, apareceram no ranking geral entre as top 10 no 3T2023. Apenas em 2023, foram inauguradas 41 novas lojas, fechando com 548 operações.

GESTÃO E OPERAÇÃO_

O sucesso das feiras de orgânicos nos shoppings

O INCENTIVO A PRODUTORES LOCAIS E A BUSCA POR ALIMENTOS SAUDÁVEIS ALIADOS À COMODIDADE FAZEM COM QUE ELAS ATRAIAM UM PÚBLICO FIEL

Fazer a feira está na rotina dos brasileiros e há alguns anos ela passou a ganhar espaço em novos lugares, além das ruas. E um deles é o ambiente de shopping center, que oferece horários diferenciados, estacionamento e segurança aos visitantes. E, claro, o melhor de tudo, produtos orgânicos. A seguir, pode conferir como alguns shoppings criaram parcerias para levar essa alternativa a mais para seus clientes. Há iniciativas consolidadas e outras implementadas recentemente. Todas inspiradoras.

ARTIGO FEMININO_

A Sinergia Poderosa da Liderança Feminina

A ascensão da liderança feminina tem sido um dos desenvolvimentos mais marcantes no mundo dos negócios nas últimas décadas.

O avanço de mulheres para cargos de alta liderança trouxe consigo uma nova dinâmica e perspectiva para as empresas. No entanto, para alcançar seu máximo potencial, é crucial reconhecer e promover a sinergia entre homens e mulheres na alta gestão.

Historicamente, as salas de reuniões e os conselhos de administração foram dominados por homens. Esse cenário unilateral, muitas vezes, limitava a diversidade de pensamento e a capacidade de inovação das organizações. No entanto, à medida que as companhias começaram a valorizar a inclusão e a diversidade, as barreiras para a ascensão das mulheres nas hierarquias corporativas começaram a diminuir. Embora ainda falte muito para se atingir uma equidade, esse é um caminho a seguir. Um caminho sem volta.

Nós utilizamos cookies para analisar e melhorar sua experiência de navegação e recomendar conteúdos de seu interesse. Ao navegar pelo site, você concorda com este monitoramento e o uso de cookies. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.

TOPO